fbpx



166553766_1911317899021500_8650484840225075279_n

O que é Copywriting?

O que é Copywriting?

O que é Copywriting?

O que é copywriting e qual é sua importância no marketing?

Copywriting é uma estratégia bastante utilizada no marketing digital que recorre à escrita persuasiva como ferramenta para convencer o seu leitor a praticar uma ação. Ou seja, é o processo de produção de textos persuasivos para ações de Marketing e Vendas, como o conteúdo de e-mails, sites, catálogos, anúncios e cartas de vendas, por exemplo. O profissional responsável pelo desenvolvimento do texto (também chamado de copy) é conhecido como Copywriter.

Portanto, compreender o que é copywriting e como funciona começa com o entendimento sobre esse conceito.

Por escrita persuasiva entende-se uma forma de redação que usa técnicas como empatia, legibilidade, construção de relacionamento, apresentação de benefícios, entre outras.

O que é copywriting

Antes de falar sobre copywriting, vamos dar um passo para trás e falar sobre os propósitos de escrever.

Como você deve imaginar, escrever tem diferentes propósitos; no marketing, a escrita tem como principal objetivo convencer o público-alvo de algo, seja comprar um produto, um serviço ou mesmo uma ideia.

E é nesse sentido que o propósito da escrita no marketing se relaciona ao copywriting. Copywriting é o ato de produzir textos (sejam eles slogans, sites, posts, eBooks, emails etc.) com o objetivo de guiar sua audiência na tomada de uma decisão.

Dessa forma, essa tomada de decisão pode estar relacionada a uma compra direta (quando falamos do produto ou do serviço) ou a outra ação que esteja dentro desse processo (vendendo uma ideia ou oferecendo um conteúdo, por exemplo).

O que é um bom copywriting?

As novas estratégias de marketing, como o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo online, fazem com que seja necessário rever esse conceito.

Com a popularização dessas estratégias nos últimos anos, percebe-se cada vez mais a importância de um copywriting que traga também informação ao público-alvo, e não seja só propaganda.

Mais importante do que vender, é transmitir a informação que seu público quer ver, e que agregue valor para ele.

E quais seriam as boas práticas para passar essa informação?

O que faz um copywriting funcionar melhor?

Primeiramente, para falar sobre isso, vamos voltar ao próprio conceito de copywriting. O copywriting também é conhecido como escrita persuasiva. Isso significa que o objetivo é persuadir o público-alvo. E quais são as armas da persuasão utilizadas na criação de um bom copywriting?

A resposta: Gatilhos mentais.

De forma geral, gatilhos mentais são mecanismos cerebrais que tem como objetivo tornar mais rápido o processo de decisão, evitando que isso tome muito do nosso tempo e energia.

Segundo Robert Cialdini, no livro As Armas da Persuasão, o comportamento humano é governado por alguns princípios psicológicos fundamentais, que geralmente nos levam a agir de forma quase que automática: reciprocidade, aprovação social, afinidade, autoridade, escassez e compromisso.

  • Reciprocidade: esse princípio psicológico sugere que o ser humano tem a tendência natural a responder uma ação positiva com outra ação positiva. É o famoso “gentileza gera gentileza”.
  • Aprovação social: o gatilho da aprovação social conclui que somos influenciados pelos outros em nossas decisões e, quanto mais pessoas optam por algo, mais as outras são levadas a tomar a mesma atitude.
  • Afeição/Afinidade: é o princípio psicológico que afirma que as pessoas tendem a se conectar psicologicamente com quem se parece com elas, seja por medos, angústias, habilidades e características parecidas.
  • Autoridade: esse gatilho sugere que o ser humano tende a obedecer quem ele julga como superior, por uma questão de respeito.
  • Compromisso e coerência: defende que, ao comprometer-se publicamente com algo, a pessoa se sente pressionada psicologicamente a se comportar de modo coerente com a missão que foi assumida.
  • Escassez: é um gatilho mental que é rapidamente acionado quando estamos em posição de perder algo. Com isso, nosso cérebro reage de forma emocional (parte do cérebro límbico) e tenta evitar essa sensação.

Assim, esses princípios psicológicos podem — e devem — ser utilizados para tornar o copywriting mais eficiente.

Como fazer Copywriting?

O objetivo do Copywriting é persuadir o público-alvo através de gatilhos mentais. Por isso, para fazer um bom copy é importante levar em consideração os seguintes gatilhos: reciprocidade, aprovação social, afeição/afinidade, autoridade, compromisso e coerência, e a escassez.

Por fim… O que não fazer em copywriting?

Alguns dos principais erros são: criar um texto sem coerência, com erros gramaticais e linguagem pobre, não construir uma relação de confiança com o público, colocar muitas informações que podem confundir o leitor, usar muitos jargões, e falar só das caracteristicas do produto/serviço sem ressaltar os reais benefícios que ele trás para os clientes.

Ficou com alguma dúvida relacionada à Copywriting? Fale conosco! Estamos prontos para te atender através das nossas redes sociais: facebookinstagram e whatsapp.