fbpx



166553766_1911317899021500_8650484840225075279_n

Marketing Digital em 2022: A tendência ao Hibridismo

Analyzing marketing tools
28.04.2022 categorias Marketing Digital

Marketing Digital em 2022: A tendência ao Hibridismo

As tendências de marketing digital para 2022 apontam para um futuro de boas oportunidades. São novas tecnologias, mudanças no mercado publicitário, questões sociais e ambientais (que ainda não resolvemos) e até um novo universo para explorarmos. Temos entre elas o Hibridismo no marketing em 2022.

Quem trabalha com marketing digital sabe como é importante analisar o que aconteceu nos últimos tempos e entender o que vem por aí. A Salazar Digital, conta com profissionais capacitados para acompanhar essas tendências e melhor auxiliar nossos clientes, conheça nosso Instagram e portfólio. Por isso, vamos analisar agora a tendência ao Hibridismo no marketing digital em 2022.

2022 é ano de Copa do Mundo e Eleições, que prometem movimentar as redes sociais como nunca. É o ano em que esperamos superar a pandemia de coronavírus, embora o cenário ainda seja tão imprevisível. Também é ano de acompanhar o que as tecnologias de dados, inteligência artificial e do tão falado metaverso vão trazer para nós.

O ano deve trazer muitas mudanças. Mas já vamos começar a analisar sobre a tendência ao hibridismo das grandes marcas. Acompanhe agora!

2020 foi ano de pandemia e distanciamento social. 2021 nos assustou com picos de casos e mortes, mas a vacinação trouxe alívio e esperança. E 2022, como vai ser a tendência ao Hibridismo no marketing digital em 2022?

O cenário ainda é instável. Nem mesmo os cientistas podem apontar como vão ser os próximos meses. Mas já vivenciamos um arrefecimento da pandemia, que nos permite ter uma vida mais próxima do que tínhamos antes de março de 2020.

Nessa retomada, as experiências híbridas — que mesclam atividades presenciais e remotas — vão ajudar as pessoas a enfrentar a realidade.

De acordo com levantamento da Deloitte, 75% dos executivos globais pretendem investir mais em experiências híbridas nos próximos anos, motivados pelas possibilidades de personalização, inovação, conexão com o cliente e inclusão. Tudo isso, porém, exige investimentos em infraestrutura que ainda são um desafio, principalmente para as pequenas empresas.

É muito provável que muitas dessas experiências se mantenham mesmo depois que a pandemia for superada. Afinal, o coronavírus impôs novos hábitos à sociedade, que já se incorporaram ao dia a dia, e acelerou a transformação digital das empresas, que era apenas questão de tempo.

Nas empresas, o modelo de trabalho híbrido já vem sendo adotado. Em pesquisa realizada pelo Google entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, a maioria (44%) das empresas brasileiras respondeu que já estava utilizando o formato híbrido. Em geral, os profissionais veem esse formato com entusiasmo (51%) e confiança (47%).

No marketing, os eventos híbridos, realizados presencialmente e transmitidos online, também devem ser uma tendência. Dessa forma, eles podem abranger participantes de outras cidades ou que ainda não se sentem à vontade de estar em eventos presenciais.

Entre as experiências híbridas, é possível pensar também nas operações omnichanel. A possibilidade, por exemplo, de comprar um produto no e-commerce e retirar na loja física em menos de 1h já é uma realidade. E esse tipo de experiência deve ser aprimorada em 2022 para atender melhor o consumidor da era digital e pós-pandemia.

VOCÊ PODE GOSTAR DE LER